Embolia Pulmonar

O que é embolia pulmonar, causas da embolia pulmonar, sintomas da embolia pulmonar, fatores de risco e prevenção da embolia pulmonar.

Embolia Pulmonar

Neste artigo sobre Embolia Pulmonar, vamos abordar os seguintes pontos:

O Que é Embolia Pulmonar

Tipos de Embolia Pulmonar

Causas da Embolia Pulmonar

Sintomas da Embolia Pulmonar

Fatores de Risco da Embolia Pulmonar

Prevenção da Embolia Pulmonar

Receitas Caseiras Contra Embolia Pulmonar

O Que é Embolia Pulmonar

Embolia pulmonar, também conhecida como infarto pulmonar e tromboembolismo pulmonar é um bloqueio de uma ou mais artérias dos pulmões causadas por gordura, ar, coágulo de sangue ou células cancerosas.

Embolia pulmonar, embolismo pulmonar ou tromboembolismo pulmonar (TEP), é uma situação grave que acontece quando um trombo (coágulo) situado em uma das veias das pernas ou da pelve se solta, viaja pelo organismo, alojando-se em uma das artérias do pulmão, obstruindo o fluxo de sangue.

Além do próprio coágulo de sangue, sendo estas situações menos comuns, a embolia pulmonar também pode ser causada por:

  • Bolhas de ar;
  • Células cancerosas;
  • Gordura provocada por fraturas;
  • Gordura provocada por traumas;
  • Líquido amniótico.

Conforme o tamanho do trombo, a embolia pulmonar pode levar o paciente à morte súbita, pois interrompem a circulação pulmonar.

Em geral, os coágulos tem origem dos membros inferiores e a embolia pulmonar é então identificada como uma complicação da trombose.

a Embolia Pulmonar Se Não For Tratada Pode Levar a Morte

A embolia pulmonar impossibilita que o sangue chegue até os pulmões e se não for tratada adequadamente, ele vai levar a baixos níveis de oxigênio no sangue, podendo até levar à morte.

Como Homens Comuns Estão Vencendo A Impotência Masculina De Forma Natural E Vivendo Uma Vida Ativa Como Nos Tempos De Adolescentes.
>>>CLIQUE AQUI E DESCUBRA COMO<<<

Aproximadamente 25% das mortes súbitas são provocadas pela embolia pulmonar, visto que cerca de metade das mortes causadas por ela não são suspeitadas.

Para reparar a embolia pulmonar, é indispensável quebrar o coágulo e impedir a formação de coágulos sanguíneos.

No entanto, em casos graves e com risco de vida, deve ser tratado o mais rápido possível com medicamentos diretamente na veia, oxigênio e, em alguns casos, a cirurgia é necessária.

A cada ano que se passa, aumenta ainda mais o número de pessoas que vivem com embolia pulmonar, no Brasil a estatística é que cerca de 300.000 pessoas convivem com a doença.

Tipos de Embolia Pulmonar

Além da Embolia Pulmonar, Existem Outros Tipos de Embolia Que Citaremos Logo Abaixo:

Embolia gasosa:

  • Acontece quando injetamos ar nas veias, causando bolhas de gás que se formam na circulação.
  • A quantidade de ar estimada para produzir o quadro de embolia gasosa é de 300 a 500 ml de ar, podendo ser fatais em quantidades menores em pacientes enfermos e com reversa cardiopulmonar limitada.

Embolia gordurosa:

  • É um problema complicado relevante e presente em muitas especialidades médicas.
  • Embolia gordurosa acontece quando há fraturas de grandes ossos, como o fêmur ou ossos da pelve, com liberação da medula óssea para a corrente sanguínea.
  • Fragmentos da medula caem na corrente sanguínea e embolizam para os pulmões, geralmente aparece entre 24 a 72 horas após as fraturas.

Embolia Por Líquido Amniótico:

  • Ocorre subitamente e sem alertas, no parto ou imediatamente após o parto e revela por insuficiência respiratória aguda hipoxêmica, instabilidade hemodiâmica, coagulopatia e coma/convulsões inciada de forma súbita.
  • Cerca de 80% das gestantes que passam por este distúrbio morrem e a maior parte das que sobrevivem apresentam sequelas neurológicas.
  • A embolia por liquido amniótico é uma condição rara que ocorre em 1 a cada 8.000 a 80.000 partos.

Embolia Sistêmica:

  • Embolia por líquido amniótico (infusão), associada ao parto ou pós-parto imediato.
  • Se refere a êmbolos que atravessam a circulação arterial, normalmente surgem a partir de êmbolos de dentro do coração.
  • De maneira oposta dos êmbolos venosos, os êmbolos arteriais prossegem um caminho muito mais variado, mas quase sempre causam um infarto.

As Principais localidades Dos Êmbolos Sistêmicos São:

  • Cérebro (10%);
  • Extremidades Inferiores (70-75%);
  • Membros Superiores (7-8%);
  • Vísceras (10%).

Metade Das Pessoas Que Morrem Por Causa Da Embolia Pulmonar Não Sabe Que Têm A Doença.

Causas da Embolia Pulmonar

  • Ansiedade;
  • Aumento do tamanho do fígado e baço;
  • Chiado no peito (sibilancia);
  • Cianose: coloração azul-roxeada da pele;
  • Dor no peito;
  • Falta de ar;
  • Idade avançada;
  • Inchaço dos membros inferiores e de vasos no pescoço;
  • Inchaço nas pernas ou ao longo das veias delas;
  • Insuficiência cardíaca;
  • Insuficiência venosa dos membros inferiores;
  • Na maioria dos casos os coágulos surgem dos membros inferiores, mas também podem surgir de pós-operatórios ou em pacientes com tumores;
  • Obesidade;
  • Pílula anticoncepcional;
  • Pressão alta;
  • Problemas de hipercoagulabilidade do sangue;
  • Problemas vasculares;
  • Pulso fraco e rápido;
  • Reposição hormonal;
  • Respiração curta e ofegante;
  • Sudorese intensa;
  • Tabagismo;
  • Taquicardia: batimento acelerado do coração;
  • Tontura;
  • Tosse;
  • Trombofilias (doenças da coagulação como anticorpo antifosfolipídio);
  • Uso de tamoxifeno ou raloxifeno.

Médico Revela Como Acabar Com a Celulite Em Casa e Com Apenas 15 Minutos Por Dia!
>>>CLIQUE AQUI E ASSISTA AO VÍDEO<<<

Sintomas da Embolia Pulmonar

  • Aumento dos batimentos cardíacos;
  • Baixa pressão sanguínea;
  • Batimento cardíaco acelerado;
  • Cianose (pele e unhas azuladas);
  • Convulsões;
  • Dor aguda no peito;
  • Dor de cabeça;
  • Dor na perna, vermelhidão e inchaço;
  • Dor torácica que se inicia repentinamente ou que aumenta de intensidade;
  • Falta de ar;
  • Frequência cardíaca alta;
  • Náuseas;
  • Palidez;
  • Pele fria e úmida;
  • Respiração ofegante;
  • Respiração rápida;
  • Suores intensos;
  • Tontura ou desmaio;
  • Tosse seca ou acompanhada da saída de sangue pela boca.

Fatores de Risco da Embolia Pulmonar

Todas as pessoas podem ter uma embolia pulmonar, mas alguns fatores aumentam o risco de desenvolver a doença que são:

  • A idade avançada, especialmente acima de 60 anos;
  • Acidente vascular cerebral;
  • Alguns tipos de câncer, especialmente pâncreas, ovários e no pulmão, além de algumas metástases;
  • Anestesia;
  • Cateteres inseridos em uma veia grande para administração de medicamentos ou nutrientes;
  • Cirurgia: esta é uma das principais causas de coagulação do sangue;
  • Coágulo de sangue prévio;
  • Colesterol alto;
  • Distúrbio de coagulação do sangue;
  • Doença falciforme;
  • Doenças cardíacas, como: cardiovascular e insuficiência cardíaca.
  • Doenças da medula óssea que tornam o sangue muito espesso;
  • Ficar muito tempo de repouso e deitado;
  • Ficar muito tempo sentado;
  • Fraturas nas pernas ou quadril;
  • Gravidez ou o período após o parto;
  • História de infarto ou AVC;
  • Histórico anterior de coágulos sanguíneos;
  • Histórico familiar de trombose venosa profunda ou de embolia pulmonar;
  • Inflamação;
  • Lesão na pelve, quadril ou perna;
  • Obesidade e estilo de vida sedentário;
  • Pílula anticoncepcional;
  • Problemas cardíacos, como pressão alta, hipertensão e outras condições cardiovasculares;
  • Queimaduras;
  • Síndrome nefrótica;
  • Suplementos de estrogênio, comum em pílulas anticoncepcionais e na terapia de reposição hormonal;
  • Tabagismo;
  • Trombofilias;
  • Uso de tamoxifeno ou raloxifeno;
  • Uso de terapia de reposição de testosterona;
  • Varizes e insuficiência venosa dos membros inferiores;
  • Viagens longas, de carro, ônibus, caminhão ou avião.

Segredos de uma Tribo da Amazônia Revelam como Controlar a Pressão Alta em 17 Dias Sem Medicação!
>>>CLIQUE AQUI E ASSISTA AO VÍDEO<<<

Prevenção da Embolia Pulmonar

Para prevenir a embolia pulmonar, siga as seguintes orientações:

  • Controle a dieta e tenha uma alimentação sempre saudável;
  • Controle a pressão arterial;
  • Evite o álcool;
  • Evite o sedentarismo;
  • Evite o tabagismo;
  • Exercite a musculatura das pernas quando permanecer muito tempo sentado (a) ou na mesma posição (procure se movimentar a cada hora);
  • Faça atividades físicas rapidamente nos pós-operatórios (levando em consideração a opinião do seu médico);
  • Mantenha o peso adequado para sua idade e tipo físico;
  • O uso de meias elásticas também é uma forma de prevenção, principalmente para pessoas com alto risco de desenvolver embolia pulmonar;
  • Pratique atividades físicas regularmente;
  • Procure beber bastante água (no mínimo 2 litros por dia);
  • Toda pessoa principalmente acima dos 40 anos, que faz viagens longas, em que fica com a perna parada, precisa durante a viagem, levantar, andar a cada hora, o que faz o sangue voltar a circular;
  • Usar anticoagulantes, quando houver necessidade.

Receitas Caseiras Contra Embolia Pulmonar

AVISO LEGAL:

  • As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico e profissional habilitado.
  • No entanto, existem soluções alternativas e remédios caseiros em que ajudam a aliviar os sintomas de embolia pulmonar.

Tratamento da Embolia Pulmonar Com Alho:

  • O alho é um poderoso remédio antitrombose que evita a formação de coágulos e ainda ajuda a controla a pressão sanguínea.
  • Você pode comer dois ou três dentes de alho antes do café da manhã ou usá-lo com frequência no preparo das suas refeições.

Tratamento da Embolia Pulmonar Com Brócolis:

  • Rico em fibras, o brócolis é altamente recomendado para quem tem problemas cardiovasculares, além de outros benefícios para a saúde.
  • Esse vegetal cru tem mantém todas as vitaminas e minerais pois, quando o cozinhamos, grande parte desses nutrientes vai para a água do cozimento.
  • Então, que tal consumir brócolis levemente salteados para usufruir de tudo que ele proporciona de bom? Uma salada fresca é uma boa opção.

Tratamento da Embolia Pulmonar Com Vitamina C:

  • A vitamina C ajuda a manter o bom funcionamento do sistema vascular e, dessa forma, melhora muito o funcionamento das veias veias sanguíneas, que trabalham muito melhor.
  • Por isso, consuma muitas frutas, vegetais e legumes para ter certeza de que consume a quantidade ideal desta poderosa vitamina.
  • Alimentos como morango, abacaxi, acerola, kiwi, laranja, cantalupo (um tipo de melão mais amarelo, com casca branca), mamão, pimentão, couve-de-bruxelas e couve-flor.

Formação em hipnose clínica Com Reconhecimento Internacional Pela IHA – International Hypnosis Association!
>>>CLIQUE AQUI E DESCUBRA COMO<<<

Tratamento da Embolia Pulmonar Com Espinafre:

  • Que tal consumir uma boa quantidade de espinafre, para que a sua pressão sanguínea esteja sempre controlada, graças à alta quantia de fibras do espinafre.
  • Aliás, o espinafre contém outras vitaminas como: magnésio, potássio e ácido fólico.

Aviso Importante:

  • O espinafre é rico em vitamina K, que, mesmo sendo boa para a saúde, engrossa o sangue, então consuma-a preferencialmente com outro alimento rico em vitamina E para evitar que isso aconteça.

Tratamento da Embulia Pulmonar Com Acrimônia e Cardo Mariano

Para Esta Receita Os Ingredientes São:

  • 2 litros de água;
  • 20 gramas de orégano;
  • 60 gramas de acrimônia;
  • 60 gramas de cardo mariano.

Modo de Preparo:

  • Ferva a acrimônia com o cardo mariano em 2 litros d’água até reduzir pela metade;
  • Coe e despeje sobre 20 gramas de orégano;
  • Cubra e deixe em infusão durante 15 minutos;
  • Coe e divida em 6 partes para tomar em 3 dias;
  • Tome 2 partes por dia, durante 12 dias consecutivos.

Tratamento da Embolia Pulmonar Com Hamamélis e Milefólio

Para Esta Receita Você Vai Precisar Dos Seguintes Ingredientes:

  • 1 litro de água;
  • 20 gramas de galhas cipreste;
  • 30 gramas de folhas de hamamélis;
  • 30 gramas de milefólio;

Modo de Preparo:

  • Ferva todos os ingredientes até que seja reduzido pela metade;
  • Coe e divida em 6 partes para tomar em 3 dias;
  • Tome 2 partes por dia, de 12 a 15 dias consecutivos.

Tratamento da Embolia Pulmonar Com Ginkgo Biloba

Para Esta Receita Você Vai Precisar Dos Seguintes Ingredientes:

  • 1 litro de água;
  • 4 colheres de sobremesa de folhas de ginkgo biloba;

Modo de Preparo:

  • Ferva a água e depois adicione as folhas da planta;
  • Espere por cerca de 5 minutos e coe;
  • Tome 2 xícaras por dia, preferencialmente após o almoço e o jantar.
curasnaturais

Pesquisas que levaram a este artigo:

  • embolia pulmonar

Sobre curasnaturais

Focado em Remédios caseiros, curas naturais e informações sobre causas, sintomas e dieta para todos os tipos de doenças.
Tags , , , , , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *