Prisão de ventre e intestino preso são nomes populares pelos quais é conhecida a constipação intestinal, distúrbio caracterizado pela dificuldade para evacuar.

É preciso considerar, entretanto, que não existe um padrão rígido para classificar a frequência normal de funcionamento dos intestinos, que pode variar de 3 a 12 vezes por semana.

O mau funcionamento do intestino é resultado da má alimentação, falta de atividades físicas e até mesmo do estresse.

Corrija seus hábitos alimentares e livre-se das dores abdominais, gases e até doenças causadas pela prisão de ventre.

Esse tipo de desconforto é muito comum e acontece quando o intestino grosso não funciona perfeitamente, dificultando a liberação das fezes.

As causas mais comuns da prisão de ventre costumam ser a dieta pobre em fibras, a pequena ingestão de líquidos, o sedentarismo, assim como o consumo excessivo de proteína animal e de alimentos industrializados.

Não atender à urgência para evacuar, quando ela se manifesta, também pode comprometer o funcionamento regular dos intestinos.

A prisão de ventre pode, ainda, estar associada a doenças do cólon e do reto, como diverticulose, hemorroidas, fissuras anais e câncer colorretal.

Pode, igualmente, ser provocada pelo uso de certos medicamentos e por alterações neurológicas e do metabolismo.

Estresse, depressão e ansiedade são outras ocorrências capazes de interferir nos hábitos intestinais, também pode contribuir para o problema a falta de atividades físicas.

A complicação mais comum da constipação é o fecaloma, massa compacta de fezes endurecidas, que se deposita no reto ou no cólon-sigmoide, e interrompe o trânsito intestinal.

A tendência é o fecaloma aparecer mais nas pessoas com dificuldade de locomoção, como os idosos acamados e os cadeirantes.

Visto que a prisão de ventre é apenas um sintoma e não uma doença em si, o objetivo do tratamento é corrigir as causas do distúrbio, a maioria dos pacientes se beneficia com mudanças na dieta e no estilo de vida.

Basicamente, a primeira delas consiste na maior ingestão de fibras (legumes, verduras, frutas, cereais integrais, etc.), de alimentos com propriedades laxativas, como o mamão e a ameixa, de farelos em pó misturados aos alimentos ou diluídos em água ou em sucos e de suplementos com fibra na forma de biscoitos ou comprimidos.

A segunda, é beber bastante líquido (aproximadamente dois litros por dia, se não houver contraindicação médica, pois pessoas com insuficiência cardíaca ou renal, por exemplo, podem não tolerar esse volume de líquido).

Veja Receitas Em Vídeo Contra Prisão de Ventre

VEJA LOGO ABAIXO ALGUMAS RECEITAS DE REMÉDIOS CASEIROS CONTRA PRISÃO DE VENTRE:

Tratamento da Prisão de Ventre Com Bardana

Os Ingredientes São:

  • 1 colher (sopa) de raízes secas de bardana picadas.
  • 1 litro de água.
  • Mel a gosto.

Modo de Preparo:

  • Ferva a água, desligue o fogo e acrescente as raízes de bardana.
  • Abafe por 10 minutos, coe e adoce com mel a gosto.
  • Tome 4 xícaras (chá) por dia.

Contraindicações:

  • Crianças e pessoas com diarreia não devem consumir bardana.

Tratamento da Prisão de Ventre Com Mamão, Aveia e Ameixa

Os Ingredientes São:

  • ½ colher (sopa) de aveia em flocos;
  • ½ mamão descascado e sem sementes;
  • 1 ameixa seca sem caroço;
  • 1 copo (250ml) de leite.

Modo de Preparo:

  • Bata bem todos os ingredientes no liquidificador até obter uma mistura homogênea.
  • Tome 2 vezes ao dia.

Tratamento da Prisão de Ventre Com Erva-doce e Bicarbonato de sódio.

Os Ingredientes São:

  • 1 colher de (chá) de bicarbonato de sódio;
  • 1 colher de (chá) de erva-doce;
  • 1 xícara de água.

Modo de Preparo:

  • Ferva a água e adicione a erva-doce.
  • Coe e acrescente o bicarbonato de sódio.
  • testo
  • Beba 1 xícara 4 vezes ao dia.
curasnaturais

Pesquisas que levaram a este artigo:

  • tipos de comprimidos para priso de ventre
  • como faço remédio caseiro para retirada de placa de cadeirante
  • remedio caseiro dor de fecaloma

Sobre curasnaturais

Focado em Remédios caseiros, curas naturais e informações sobre causas, sintomas e dieta para todos os tipos de doenças.

Tags , , , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *